IMD sedia workshop sobre edital do Programa Centelha

21/10/2019 | Ascom/IMD | EVENTO | EMPREENDEDORISMO


 

O Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) vai sediar, na próxima sexta-feira (25), um workshop de apresentação do Programa Centelha, iniciativa nacional que tem como principal intuito investir em ideias inovadoras por meio de capacitação e suporte financeiro.

Na ocasião, o consultor de projetos de inovação Gileno Negreiros conduzirá o evento, cujo objetivo é explicar como funciona o edital do programa e tirar dúvidas dos participantes. O encontro acontece a partir das 14h30 no auditório B321, sem necessidade de inscrições prévias.

O edital do Centelha, que pode ser acessado por meio deste link, está com inscrições abertas até o próximo dia 28 e se direciona a startups, estudantes e demais empresas de tecnologia, tendo como propósito estimular a criação de ideias inovadoras, além de disseminar a cultura do empreendedorismo. Para isso, o programa oferece R$ 53 mil aos 15 melhores projetos de tecnologia selecionados.

Consultor

Com MBA em marketing estratégico e mestre em Ciências Tecnologias e Inovação, com ênfase em Gestão da Inovação, o consultor Gileno Negreiros foi colaborador do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) por quatro anos, onde atuou na equipe de gerenciamento do Edital de Inovação e também no gerenciamento dos projetos ativos da instituição.

Prestando consultoria há quatro anos ao Prêmio Nacional da Inovação, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), atualmente Gileno é auxilia na elaboração de projetos de captação de recursos junto a instituições como: Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (Fapern), Banco do Nordeste (BNB), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), entre outros.

Requisitos

Os projetos selecionados pelo Centelha deverão atender a uma série de requisitos e ter destinação para áreas específicas do mercado. A chamada pública destinará um capital de R$ 800 mil ao todo, sendo R$ 600 mil oriundos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e R$ 200 mil do Sebrae-RN.

Além disso, o programa oferece outros benefícios, como capacitações para alavancar negócios, serviços de parceiros, acesso à incubadoras e a potenciais investidores, ampliação de networking e divulgação da empresa.          

O Edital Centelha é promovido pela Finep e executado pelo Sebrae, tendo como co-executores no Rio Grande do Norte a Fapern, Fiern e o Parque Tecnológico Metrópole Digital. A operacionalização é da Fundação Certi, em parceria com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e o CNPq.